Você está em:  Home  /   Suárez e Coutinho marcam, e novo líder Liverpool atropela o Tottenham

Suárez e Coutinho marcam, e novo líder Liverpool atropela o Tottenham

0 julho 22, 2014

Uruguaio chega a 29 gols no Inglês após 4 a 0 em Anfield. Oitava vitória seguida coloca os Reds dois pontos à frente do Chelsea. City tem duas partidas a menos

Por 

Liverpool, Inglaterra

 - Atualizado em 

Uma 32ª rodada praticamente perfeita mostrou ao Liverpool que o sonho do primeiro título do Campeonato Inglês após 24 anos é real. Os Reds, dono de elenco inferior numericamente a Manchester City e Chelsea, aproveitaram-se dos tropeços dos rivais e conseguiram voltar à liderança com uma exibição de gala. Azar do Tottenham, atropelado por 4 a 0, no Anfield, em mais uma jornada especial de Luis Suárez.


O uruguaio não apenas deixou a sua marca. Ele infernizou a defesa dos Spurs, aterrorizada e com dose alta de responsabilidade pelo resultado. Chegou aos 29 gols na Premier League, tornando-se o maior artilheiro do Liverpool desde que o torneio passou a ser organizado, em 1992. Ainda restam seis rodadas, o que permite ao camisa 7 almejar também o recorde de Andy Cole (1993/94) e Alan Shearer (1994/95), ambos com 34 gols. Não custa lembrar que o atacante também é o líder de assistências - 11 ao todo.

Luis Suárez Liverpool (Foto: AP)

Luis Suárez comemora com a torcida do Liverpool ao fundo: Reds de volta à liderança da Premier League

(Foto: AP)

Philippe Coutinho também brilhou. O brasileiro anotou o terceiro dos donos da casa, em chute de direita, da entrada da área, no cantinho de Lloris. O goleiro francês conseguiu se destacar com boas defesas, uma delas milagrosa impedindo um segundo gol de Suárez, mas nada pôde fazer para evitar ainda os gols de Kaboul (contra) e Henderson, em falta que atravessou toda a área e passou por todos os jogadores até balançar as redes.

Além de Coutinho, o volante brasileiro Lucas Leiva também participou da partida ao entrar aos 25 minutos da etapa final. Sandro ficou no banco do Tottenham, enquanto Paulinho foi desfalque por conta de uma conjuntivite dias depois de reclamar da rotatividade do elenco londrino.

Philippe Coutinho jogo Liverpool e Tottenham (Foto: Reuters)

Lennon e Coutinho disputam a bola: Tottenham não teve Paulinho, com conjuntivite (Reuters)

O técnico Brendan Rodgers colhe os frutos de seu ataque avassalador. São 71 pontos, dois a mais que o Chelsea, que foi derrotado pelo Crystal Palace, no último sábado. O terceiro colocado é o Manchester City, com 67, embora possa se considerar líder pelo critério de pontos perdidos, pois ainda tem dois jogos por fazer. Ao Liverpool, a certeza é de que o título só depende dele, já que receberá os Citizens na 34ª rodada e o Chelsea na 36ª.

O Tottenham, por sua vez, tem a defesa como ponto fraco. Já sofreu 44 gols - pior número dentre os oito primeiros - e apresenta saldo negativo de quatro, mesmo estando em sexto, com 56 pontos. Ainda assim, segue sonhando com uma classificação para a próxima edição da Liga Europa - o Everton é o quinto, com 60 pontos. Independentemente do que alcançar, o técnico Tim Sherwood deverá deixar o clube ao fim da temporada - o holandês Louis van Gaal é o mais cotado para o cargo.

Philippe Coutinho comemoração jogo Liverpool e Tottenham (Foto: AP)

Philippe Coutinho foi titular e também deixou o seu na goleada do Liverpool (Foto: AP)